Sunday, May 11, 2008

recordo às vezes que me dizem alguns versos

CÂNTAROS

Nas longas mesas do tempo
bebem os cântaros de Deus.
Bebem até ao fim os olhos dos que vêem e os olhos dos cegos,
os corações das sombras dominantes,
as faces ocas da tarde.
São os mais poderosos bebedores:
levam à boca o vazio e o cheio
e não transbordam como tu ou eu.

Paul Celan

1 comment:

amfm said...

ainda ontem estive a relê-lo:)...

tão bom!
bjs

Blog Archive

Contributors